MURAL DA TRANSPARÊNCIA

A verdade é que nosso legislativo deixa passar o momento da discussão dentro do ambiente propício aos questionamentos e sugestões que devem ser apreciadas pelos pares, e não deixar para depois, o que sempre nos leva a JUDICALIZAÇÃO DE TEMA DO LEGISLATIVO a serem apreciados pelo outro poder, aonde reinam os nossos JUIZES TOGADOS -  O STF !

Assim sendo, necessitamos despertar a consciência de nossos pretensos legisladores para que eles tenham a audácia de resolver o que for necessário dentro do Congresso sem ter que postegar decisões tão urgentes e importantes para o país - exemplo: este pacote anticrime formatado pelo nosso ministro Sérgio Moro com a participação de vários segmentos do judiciário e tantos deputados e senadores que entenderam o porquê desta necessidade.

O fato é a nossa esquerda tupininguim ao discordar das aprovações no Congresso, não respeitando a decisão da maioria, sai fora do cenário parlamentar e recorre ao STF Supremos Tribunal Federal, onde lá chegando, encontra também juízes transvestidos com a bandeira partidária, o que não deveria ocorrer numa democracia que tenta respeitar a independências dos 3 poderes constitucionais.Este fato é público e notório já há muitas décadas, demonstrando ao país e ao mundo civilizado, que no Brasil o poder legislativo é um saci-pererê e carece se apoiar em outro órgão para dirimir suas desavenças não resolvidas pelos próprios parlamentares - isto demostra incompetência dos nossos excelentíssimos congressistas, e os juízes togados desta corte agradecem a oportunidade de chamá-los de incompetentes.

 

 

SEMINÁRIO: ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL E DEMOCRACIA NO BRASIL

ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL E DEMOCRACIA NO BRASIL - Parte II

REFORMA TRIBUTÁRIA: Bernard Appy é sabatinado no RODA VIVA

REFORMA TRIBUTÁRIA DEFENDIDA PELO CENTRO DE CIDADANIA TRIBUTÁRIA, E INCLUSA NA PEC # 45 DO DEPUTADO FEDERAL BALEIA ROSSI (SP)